Entrega de cheque a associação para o autismo é “ponto alto” da Semana Académica da UTAD 2019

26 Maio 2019

A Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (AAUTAD) entregou esta sexta-feira um cheque no valor de 1880,16€ à Associação Portuguesa para as Perturbações do Autismo (APPDA) de Vila Real, um valor que corresponde a um por cento da receita de bilheteira produzida ao longo da Semana Académica da UTAD 2019.
Para José Pinheiro, presidente da AAUTAD, este é o “ponto alto” da Semana Académica, realçando que é através deste tipo de iniciativa de cariz social, que a “AAUTAD vai construindo um desenvolvimento em cadeia, permitindo que estas ideias se repliquem, procurando que os jovens estudantes, empresas e outras instituições sejam também mais ativos e mais sensíveis às necessidades da comunidade”.
Mário Augusto Rodrigues, presidente da APPDA de Vila Real, mostrou-se muito sensibilizado pela contribuição “valiosíssima” dada pela AAUTAD, até porque esta associação não conta com quaisquer apoios estatais. “É um gesto nobre que dignifica a associação”, referiu Mário Augusto Rodrigues, que explicou que este apoio, entre outras funções, vai ajudar a apetrechar uma sala de estudo nova, criada na sede da associação”, até porque, sublinha, “não existe inclusão nas escolas de ensino para os nossos meninos”.
O reitor da UTAD, António Fontaínhas Fernandes, não escondeu alguma “emoção”, ao assistir a esta cerimónia que prova que esta geração é “melhor do que a nossa”.
“Um mundo melhor faz-se formando uma geração melhor, mas infelizmente são comunicados os piores exemplos das semanas académicas, e não as grandes causas, que valem a pena ser divulgadas”, reiterou o reitor da academia transmontana.
Entre os presentes na cerimónia, o destaque foi para o aluno do curso de Gestão, Alexandre Carvalho, autista e membro da AAPDA. Para o estudante, estudar foi sempre a sua “prioridade número um” e acredita que através da formação superior que frequenta vai ter acesso ao mercado de trabalho de futuro, nomeadamente a um cargo na área de gestão de recursos humanos ou gestor de marketing. Consciente que a área tem pouca oferta neste momento, acredita que “com esforço” vai conseguir encontrar o seu lugar no mercado de trabalho. Alexandre Carvalho tem uma mente desconcertante e consegue dizer em apenas segundos o dia da semana em que calhou determinada data no tempo, assim como determinar raízes quadradas e cúbicas apenas de cabeça.
De referir ainda a intervenção do docente da academia transmontana, António Dias, que foi o intermediário entre as duas associações, abrindo as portas a esta contribuição da AAUTAD para com a APPDA.

Este website usa cookies para melhorar a experiência do utilizador. Ao continuar a utilizar o website, assumimos que concorda com o uso de cookies. Aceito Ler Mais